fotos: Arthur Amaral

Natural de Jundiaí (SP), é ator-pesquisador-colaborador do LUME desde 1993, desenvolvendo pesquisas na codificação, sistematização e teatralização de técnicas corpóreas e vocais não-interpretativas para o ator dentro de todas as linhas de trabalho do núcleo: o Treinamento Cotidiano Corpóreo e Vocal para o Ator, Clown e a Utilização Cômica do Corpo, Mímesis Corpórea, Dança Pessoal e Teatralização de Espaços Não Convencionais, além do desenvolvimento de uma metodologia didática e a sua transmissão.

Graduado em artes cênicas pela Unicamp, é mestre e doutor pelo Departamento de Multimeios da mesma universidade, onde também realiza pós-doutorado coordenando o projeto “Aspectos Orgânicos na Dramaturgia de Ator” - que agrupa os atores-pesquisadores do LUME e da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP), por meio do fomento à pesquisa da Fapesp. 

Participou como ator nos seguintes espetáculos do LUME: “Taucoauaa Panhé Mondo Pé”, “Contadores de Estórias”, “Mixórdia em Marcha-Ré Menor” e “Afastem-se Vacas que a Vida é Curta” – os três fora de cartaz –, além de “Parada de Rua” (desde 1996), “Café com Queijo” (desde 1999), “Shi-Zen, 7 Cuias” (desde 2004, indicado a três prêmios Shell) e “O que seria de nós sem as coisas que não existem” (desde 2006).
Apresentou espetáculos e ministrou workshops, palestras, debates, demonstrações técnicas e pesquisas de campo sobre o trabalho desenvolvido no LUME em muitas cidades do Brasil e em países como Dinamarca, Noruega, Egito, Israel, Equador, Bolívia, México, Estados Unidos, Itália, França, Alemanha, Bélgica, Escócia, Portugal e Coreia do Sul.

Desde 1990 vem realizando intercâmbios de trabalho e pesquisa com vários profissionais no Brasil e em outros países: Teatro Ïntimo Sunil (Suiça), Lee Bou Ning (China), Kai Bredholt e Yan Ferslev (Odin Teatret – Dinamarca), Anzu Furukawa, Natsu Nakajima e Tadashi Endo (Japão), Família Colombaioni (Itália), Sue Morrison (Canadá), Via Rossi Teatro (Itália), Mamu Butoh Centrum (Alemanha) e Espaço Evoé (Portugal).\


É editor da Revista do LUME e autor dos livros: “Arte de Não Interpretar como Poesia Corpórea do Ator” (2003, Editora Unicamp) e “Café com Queijo – Corpos em Criação” (2006, Editora Hucitec e Fapesp) e organizador do livro “Corpos em Fuga – Corpos em Arte”, pelas mesmas editoras.

> Email: renato@lumeteatro.com.br